Nem rir, nem chorar, mas entender o mercado de eventos!


Nem rir, nem chorar, mas entender!

Essa é uma frase interessante do Domenico DeMasi, sim aquele do Ócio Criativo, provavelmente parafraseando outro famoso pensador, Baruch de Espinoza, um dos grandes filósofos do século XVII, dentro da chamada Filosofia Moderna.

Dentro do mundo complexo e desafiador que vivemos, a busca por ENTENDER mais e mais os contextos e situações simplesmente nos ajuda na busca pela segurança, pelo lugar de conforto, onde podemos tomar decisões mais acertadas, onde podemos estar firmes nos nossos movimentos de avanço e conquista, tanto no âmbito profissional quanto no pessoal.

As palavras que precedem, no entanto, a frase “MAS ENTENDER” são tão importantes quanto o desfecho final deste pequeno compêndio de conhecimento. Nem rir, nem chorar. Em outras palavras, nem se empolgar tanto, mas também não se desesperar, não se jogar no chão como se tudo tivesse por acabar.

Buscar o entendimento em maior profundidade antes de nos entregar às nossas emoções mostra quão profunda é nossa maturidade enquanto pessoas, famílias, empresas e enquanto nação.

Pois bem, no universo das inovações tecnológicas nos eventos, treinamentos e educação, foco maior da minha atuação hoje em dia, temos uma miríade de possibilidades, dentro de um mercado que está vivendo profundas transformações, principalmente pelo movimento das tecnologias digitais.

Muitas empresas, tanto organizadoras de eventos, quanto departamentos de Treinamento e Desenvolvimento de organizações de médio e grande portes, e até escolas/universidades vivem dilemas ligados a decisões que devem ser tomadas no âmbito do avanço do uso das tecnologias digitais em suas atividades. Dentro do universo de tantas ofertas e possibilidades, como encontrar o ENTENDER? Como encontrar essa posição de segurança onde as decisões podem ser tomadas?

Para ajudar então, o Midiacode, em conjunto com a VM Consultoria, liderada pela brilhante Vanessa Martin, e a Associação Brasileira de Empresas de Eventos – São Paulo (ABEOC-SP), presidida pela também brilhante Suzi Camargo, criamos a pesquisa Eventos 2018 – Entenda a transformação digital do mercado! onde buscamos, em uma abordagem dialética, com agentes do mercado, entender quais são suas dificuldades, o que mais usam, o que mais precisam em seus projetos, dentre outras perguntas. Questões ligadas ao uso de smartphones, sites, aplicativos, ao perfil de eventos que fazem, dentre outras são também abordadas na pesquisa. Levamos alguns dias para levantar as perguntas mais coerentes e para ajustar algumas perguntas ao mercado brasileiro, pois também nos baseamos em padrões internacionais, até para efeito de comparação quando prepararmos o relatório final.

Se você é do mercado de eventos e quer ENTENDER melhor o que está acontecendo, quais são as principais tendências e como os agentes da indústria estão se movendo, dê sua contribuição. Participe também da pesquisa! Acesse-a através do link Eventos 2018 – Entenda a transformação digital do mercado!

Todos os participantes irão receber um relatório exclusivo do status do mercado e certamente essa informação irá ajudar a se mover na direção certa, na velocidade certa, com os parceiros certos.

Nem rir, nem chorar, mas entender! Junte-se a nós nesse propósito de tornar nosso mercado mais maduro, mais moderno, mais inteligente e mais rentável!